Saiba como estimular a criatividade para ter ideias inovadoras

7 minutos para ler

Descobrir como estimular a criatividade está em alta no mundo corporativo hoje em dia, principalmente por ser uma competência capaz de impulsionar carreiras e empresas no mercado atual. Afinal, se há uma palavra que define a transformação digital com exatidão é inovação. 

Portanto, nesse momento marcado por novas maneiras de empreender, trabalhar, relacionar-se ou até comprar, é necessário promover tal habilidade, uma vez que somente a partir dela os empreendimentos conseguem competir com negócios disruptivos e se manter em um ambiente em constante renovação. Por isso, não deixe de conferir as dicas deste conteúdo! 

Por que ideias inovadoras são úteis para as empresas?

Inovar é uma ação-chave para que empresas e profissionais se mantenham competitivos no mercado atual. Afinal, ideias inovadoras impactam diretamente o desempenho corporativo, promovendo:

  • resolução de problemas;
  • elevação da produtividade;
  • redução de falhas;
  • otimização de processos e investimentos;
  • previsão de tendências;
  • antecipação de crises ou oportunidades.

Dessa maneira, a sobrevivência do empreendimento é uma das razões para que as organizações busquem descobrir como estimular a criatividade em seu ambiente e entre os seus funcionários. De igual modo, a valorização dessa competência torna atrativo para a equipe abraçar essa jornada.

Além disso, em um cenário em que a economia criativa e tecnológica estão em expansão, é importante perceber que tal desenvolvimento se trata de uma necessidade constante. Ainda mais com o aumento da complexidade do ambiente de negócios, criando uma demanda recorrente por melhores estratégias para responder a situações cada vez mais difíceis.

Como estimular a criatividade para inovar nos negócios?

Tanto o contexto mercadológico, quanto as suas vantagens são boas justificativas para descobrir como estimular a criatividade no ambiente empresarial. Veja, a seguir, algumas ações capazes de ajudar a alcançar esse objetivo!

Obtenha informações e referências variadas

Acompanhar as novidades do segmento em que o empreendimento atua é fundamental para a competitividade. Ainda mais que ter referências é o primeiro passo para aumentar a criatividade, uma vez que informações preexistentes servem de base para construir o novo.

Assim, estar a par da evolução do conhecimento é uma ação primordial para inovar. Entretanto, não basta conhecer o básico ou se limitar a poucas fontes. Quanto mais abrangente for a pesquisa, melhores serão as ideias originadas.

Atualmente, a tecnologia que pauta a transformação digital também é a principal aliada nesse sentido, uma vez que coloca à disposição diversos conteúdos de maneira acessível e prática.

Valorize todas as ideias

O conceito de inovação pressupõe ineditismo, certo? No entanto, ser criativo é mais abrangente do que dar origem a algo completamente novo. Boas ideias nem sempre são um passo tão grande, pois algumas são somente soluções úteis.

Ou seja, nenhuma delas deve ser descartada só porque não corresponde a esse tipo de expectativa. Lembre-se que vale a pena valorizar opções simples com alta aplicabilidade em comparação com propostas disruptivas, mas difíceis de serem colocadas em prática.

Converse com outras pessoas

A troca de conhecimentos e vivências é amplamente incentivada no meio corporativo, para que executivos possam construir uma rede de contatos e encontrar parcerias. Porém, as interações entre profissionais também são parte da resposta de como estimular a criatividade.

A lógica envolvida nisso é simples: quanto mais variados são os pontos de vista e as experiências com as quais uma pessoa convive, maior é a base de informações para desenvolver novas ideias. Colegas de empresa ou de cursos, participantes de eventos, seminários ou feiras, e até mesmo membros de fóruns online são exemplos de quem encontrar para conversar em busca de aumentar os referenciais sobre determinado assunto.

Tenha tempo para pensar

O funcionamento do cérebro humano apresenta diversas particularidades que são facilmente observáveis no cotidiano. Por exemplo, ao tentar resolver um problema com urgência, nem sempre a melhor resposta é obtida ou ainda há quem fique horas pensando e não chegue a uma solução, não é mesmo?

Nessa situação, é possível ter um insight quando não se está focado no assunto, ou achar uma saída rapidamente no dia seguinte. Isso ocorre devido à necessidade que a mente tem de tempo para que as conexões cerebrais aconteçam. 

Ao analisar como estimular a criatividade, essa informação leva a uma conclusão importante: é preciso tirar algumas horas ou dias antes de tomar uma decisão para alcançar resultados mais eficientes a partir do processo mental.

Não tenha medo de falhar

O medo de falhar, muitas vezes, impede que algo inovador seja proposto. Porém, a maioria das soluções nesse sentido são arriscadas. Assim, esse temor pode impedir o progresso.

A fim de evitar que tal situação ocorra, é fundamental estar aberto à experimentação, entender que nem tudo precisa funcionar conforme o esperado e não enxergar os erros como fracassos. Aplicar essas visões, tanto na atitude mental individual, quanto na cultura organizacional, favorece a geração de boas ideias. 

Faça as adaptações necessárias

Adaptações são uma parte relevante para o desenvolvimento de negócios. Não só novas soluções precisam passar por isso em busca de viabilidade, mas também processos empresariais são otimizados dessa forma. 

Em empresas que investem na criatividade a fim de obter um diferencial competitivo, essas adequações impactam mais profundamente ao serem direcionadas a apoiar a evolução do que já existe. A forma ideal de colocar a adaptabilidade em prática no ambiente corporativo é aplicar propostas de um campo em outro para gerar algo melhor.

Saia da sua zona de conforto

Sair da zona de conforto é algo tão falado que parece ser um jeito óbvio para responder a como estimular a criatividade, não é mesmo? No entanto, essa dica tem grande impacto no desenvolvimento desse tipo de habilidade.

Afinal, quando uma pessoa experimenta algo inédito para ela, seu cérebro faz novas conexões neurais que levam à percepção de possibilidades nunca antes pensadas. Nesse sentido, cursos e atividades que não estão dentro de sua formação ou dos seus interesses são o melhor caminho.

O que ajuda a potencializar o desenvolvimento da criatividade? 

Além de apoiarem a aplicação das dicas já mencionadas, algumas ferramentas — metodologias ou meios — também são úteis para isso, potencializando o desenvolvimento da criatividade. Entre elas, destacam-se:

  • o brainstorming aplicado para a geração de soluções pela troca de ideias, vivências e conhecimentos do grupo;
  • o design thinking, atuando como um guia para as equipes promoverem processos voltados à inovação nos negócios.

“Como estimular a criatividade?” é a pergunta a ser respondida pelas empresas e por profissionais que desejam se destacar ou crescer com a transformação digital. O caminho para isso envolve investir nas ações e ferramentas apresentadas neste conteúdo para garantir os melhores resultados.

Quer mais inovação no seu negócio?

Conheça a Conexo, uma iniciativa das Empresas Randon, que visa a interconexão e a colaboração em prol da inovação. Entre em contato com as Empresas Randon e descubra os diferenciais da companhia para ajudar você!

Posts relacionados

Deixe um comentário